Coronel e pescador estão desaparecidos no mar do RN

Marinha já vasculhou mais de 13.500 km² do litoral potiguar.

O pescador e o coronel da Aeronáutica que desapareceram na costa do Rio Grande do Norte na última quinta-feira (5) ainda não foram encontrados. Em nota, a Marinha do Brasil informou que já fez buscas em mais de 13.500 km² de mar, desde a praia de Baía Formosa, no extremo Litoral Sul potiguar, até a praia de Macau, na região Central do estado.  O coronel Max de Carvalho Dias e o pescador Toinho zarparam do Iate Clube no dia 5, para pescar, e planejavam voltar no dia seguinte, o que não aconteceu. Eles estavam a bordo da Allure, uma lancha da marca Fishing, modelo 28WA, com 28 pés de comprimento (cerca de 8,5 metros). Desde domingo (8), o navio-patrulha Guaíba e embarcações da Capitania dos Portos do estado percorrem o litoral à procura dos desaparecidos. A Força Aérea Brasileira, o Iate Clube de Natal e a comunidade marítima local também ajudam nas buscas, que continuam nesta terça-feira (10). Além disso, a Capitania dos Portos têm divulgado o desaparecimento da lancha na comunidade marítima local e tentado colher informações que ajudem a encontrá-la. O Centro de Hidrografia da Marinha (CHM) está emitindo “avisos-rádio náuticos” para informar o ocorrido às embarcações em trânsito na região.

Fonte: G1RN

A notícia com credibilidade.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Salão Universo Masculino