Guaritas onde ficam agentes de segurança em péssimas condições

No vídeo feito por um policial não identificado da Companhia de Policiamento de Guarda (CPGD) é possível ver goteiras na torre de vigilância, que também não tem janelas para proteção do frio ou da chuva nem rede elétrica ou lampâdas. A guarita fica entre os pavilhões 4 e 5 da unidade. No áudio, dá para ouvir com clareza o relato do policial durante a forte chuva que caia durante a noite. De acordo com ele, existe uma preocupação das autoridades em resolver a situação dos presos, mas que ignoram a situação dos guardas, mesmo sabendo dos problemas. “Enquanto estão procurando ajeitar as coisas para os presos, olha as guaritas dos guerreiros da CPGD, condições nenhuma para eles. Os responsáveis sabem disso, mas não estão nem aí. Estrutura precaríssima, não tem condições nenhuma: tudo molhado, sem vidros na janela, sem energia, sem lâmpada. A situação é essa. Temos que bater palma para o pessoal da CPGD, olha a situação aqui da guarita de Alcaçuz . Tem que colocar uma tábua na porta pois se não o guerreiro não consegue ficar aqui. Essa é a situação, mas a gente não pode falar. Não pode reclamar. Porque se reclamar, alguns ‘cabeças pensantes’ acham que a gente está se esquivando”, relata ele no vídeo.

A notícia com credibilidade!

Bell Service